WWW.KAYAKSPORTS.COM.BR
Seja bem vindo ao Grupo Amantes da Pesca com Caiaque. "Estamos no Facebook também"
Para ter acesso a todo conteúdo do Fórum é necessário ser registrado.

Clique no botão abaixo e registre-se.


Atenciosamente

Rafael Almeida da Silva.
www.kayaksports.com.br

WWW.KAYAKSPORTS.COM.BR

WHATSAPP 47 9 8459-3734
 
InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Expedição Sérgio Motta: 264 km de kaiak sem barco de apoio!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Emerson Girotto

avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 18/02/2014

MensagemAssunto: Expedição Sérgio Motta: 264 km de kaiak sem barco de apoio!   29/8/2016, 12:11

Bom dia turma do fórum. Venho aqui relatar mais uma Expedição realizada pelo nosso grupo Carbono-14. Essa é mais uma que entra para meu currículo, que agora somam 7 expedições longas (52km, 52km, 71km, 130km, 147km, 165km). Dessa vez foi no Rio Paraná, entre as cidades de Três Lagoas-MS e Primavera-SP. Navegamos por toda a extensão da represa Sérgio Motta (nome dado à Usina Hidrelétrica que fica em Primavera-SP e consequentemente dá o nome  ao lago formado pela barragem).
Saímos no dia 21/08 as 8:30h da manhã do balneário do Bairro Jupiá em Três Lagoas. Essa balneário fica há aproximadamente 1.300 metros da barragem de Jupiá e foi o ponto mais propício que encontramos para o início da aventura.
A chegada foi no dia 27/08 as 14h em um porto de areia conhecido como Porto Maria, já no município de Primavera-SP. Tem um acesso público ao rio, com rampa natural e de fácil acesso pela rodovia que liga Teodoro Sampaio-SP a Primavera-SP, por isso foi o ponto escolhido para a chegada.
A viagem foi toda feita SEM barco de apoio e SEM nenhum apoio por terra. Um amigo levou a gente até Três Lagoas e fomos mantendo contato via celular para o dia da chegada, quando ele então foi nos buscar.
Foram quase 7 dias completos de remada. Acampamos uma das noites na Pousada WAG em Campinal-SP onde fomos muito bem recebidos pelo proprietário Wagner, e outro acampamento foi na praia do balneário municipal de Presidente Epitácio, no restaurante Pedra da Ilha do amigo Adriano que deixou a gente acampar debaixo do sombrero do restaurante. O restante dos acampamentos foi feito nas margens do rio paraná.
Levamos comida suficiente para todos os dias e 8 litros de água em cada caiaque, que fomos abastecendo, conforme a necessidade, com água potável em locais nas margens do rio (condomínios, pousadas, etc.).
Fui com meu companheiro de expedições Everaldo Félix da Silva, um jovem senhor de 63 anos mas com muita força nos braços e disposição, tanto é que é conhecido como Vevê-Aroeira para os amigos (aroeira é uma das madeiras mais resistentes do mundo pra quem não conhece).
No primeiro dia remamos somente 18km por causa do vento contra e das marolas. Depois fomos recuperando aos poucos. Foi um total de 264km medidos com meu GPS Oregon 550. O tempo de remada (tempo de movimento) foi de 55 horas. Abaixo segue fotos do GPS no final de cada dia, para registro da distância remada e da média de velocidade (muito importante).
No início a remada rende muito pois o rio corre bastante (média de 7.6km/h de velocidade),mas do segundo dia em diante essa média diminui bastante devido à falta de correnteza. No geral a média foi 4.7 a 4.8 km/h de velocidade. Com vento contra essa média diminui para 4.5 km/h e com vento a favor (com ou sem o uso da vela em V) vai para 4.7 ou 4.8 km/h. Isso é muito importante saber, pois tem muita gente que acha que no Rio Paraná é possível remar em uma média de 10km/h, mas isso é um absurdo e só diz isso que não tem experiência. A carga do caiaque também influencia na velocidade de remada. Nossa carga foi de aproximadamente 35 kg em cada caiaque (eu peso 78 e o Everaldo pesa 75 kg).
A vela em V ajuda bastante, pois com vento de popa é possível manter a média de velocidade sem fazer muito esforço.
Não fizemos nenhum tipo de preparo físico. Eu tenho 43 anos e não pratico nenhum esporte. O Everaldo também não. Mas temos um peso ideal para a altura. Mas acho que é importante fazer umas duas semanas de preparação e fortalecimento muscular, pois não foi fácil aguentar os 7 dias remando. Eu tive fortes dores nas costas nos últimos 3 dias, a ponto de quase travar no meio do rio. O Everaldo teve uma tendinite no antebraço e ao chegar preciso de atendimento médico, pois o antebraço e a mão incharam e ele perdeu  o movimento dos dedos da mão direita, mas já está medicado e se recuperando, nada grave. Minhas costas já estão melhor também, nada grave. Tomamos de vez em quando um relaxante muscular para diminuir as dores, nada mais.
Se alguém for fazer isso, recomendo mapear todo o trajeto pelo google Earth marcando possíveis pontos de acampamento e é claro levar um GPS para ir localizando esses pontos. Existem muitos lugares onde navega-se quilômetros com um barranco de 5 metros de altura do lado, ou seja, impossível de parar e acampar, por isso os pontos de acampamento precisam ser previamente definidos. Navegamos 95% do trajeto pela margem de SP por achar que seria mais segura para acampar (mais habitada), pois o risco de ataque de animais peçonhentos como cobras e aranhas é grande, sem falar de onças que também é possível do lado do MS e também do lado de SP próxima ao Parque Estadual do Morro do Diabo (onde há muitas onças).
Bom, enfim, não nos arrependemos de nada e agora temos uma boa história pra contar. Vou deixa-los agora com algumas das fotos. Selecionei cerca de 40 fotos das mais de 200 que foram tiradas. Fizemos alguns vídeos também e em breve vou editar e fazer um vídeo-relato para colocar no meu canal no youtube (canal girottotube).
Abraço a todos. DEUS NO COMANDO!

Mapeamento:


Preparativos:


Chegado ao ponto de partida:


Partiu expedição:


Primeiro acampamento:


Registro do primeiro dia. Tivemos que parar às 13h por causa do vento que não parou:


Primeiro rango, viradão de carne seca com ovo:


Primeira boia da marinha, número 214:


Varal improvisado:


Ponte entre Paulicéia-SP e Brasilândia-MS (detalhe eu passando pelos pilares):


Registro do segundo dia de remada, de 52km no dia e 70km no total:


Parada para descanso no balneário municipal de Panorama-SP:


Muitos trechos perigosos, principalmente se tiver marola:


Registro do terceiro dia de remada, 38km no dia e 108 no total:


Uma ajudinha do vento com a vela em V (fabricação própria):


Pausa para descanso. Detalhe para a largura do rio, na outra margem é o estado do MS:


Detalhe de caverna no paredão de rocha:


Paredão de rocha.


Pôr do sol:


Registro do quarto dia de remada, 41,5km no dia e 149,5 no total:


Vai encarar?


Ponte entre Presidente Epitácio-SP e Bataguassu-MS (12 km de ponte):


Registro do quinto dia de remada, 44,5km no dia e 194km no total:


Acampamento no quinto dia, vista maravilhosa:


Rango do quinto dia, macarrão ao alho e óleo com porco na banha:


Manhã do sexto dia, cafezinho no coador:


Pausa para esticar as pernas:


Registro do sexto dia de remada, 44,7km no dia e 238,7 no total:


Último acampamento, onde a onça bebe água, próximo ao parque do Morro do Diabo:


Pôr do sol no último dia da viagem, ainda faltavam aprox. 25km para o destino.


Café da manhã reforçado, ovo cozinho e café:


Mais uma ajudinha da vela em V:


Parada para esperar abaixar as marolas. O vento ajuda para remar com a vela, mas atrapalha devido às marolas altas (até 1,0 metro).


Aproveitando para fazer umas fotos:


E finalmente o momento da chegada, recepcionados pelos amigos Dejaci e Marlos que nos esperavam no Porto Maria:


Registro final da remanda, 264km totais em 55 horas de movimento:


E tá aí a gente, baqueados e cansados, mas vivos graças a Deus.


Agradecemos a todos pelos votos de apoio, às famílias e amigos pela compreensão e apoio. E à Deus por comandar a expedição. Obrigado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Expedição Sérgio Motta: 264 km de kaiak sem barco de apoio!
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
WWW.KAYAKSPORTS.COM.BR  :: REGRAS DO FÓRUM :: Relatos de Pesca e Aventura-
Ir para: